25 janeiro 2019

Olhar em volta, não tem preço!

Não deixe de perceber o amor só porque está sobrecarregado.
Diariamente, temos pessoas ao nosso lado que amamos e que nos amam, mas que devido à sobrecarga em qualquer das áreas da vida deixamos de perceber e nutrir esse amor.
Sabe quando, do nada, você se pega pensando em alguém que gosta, mas é obrigado a substituir o pensamento porque tem coisa mais importante para fazer? E quando você está com a pessoa e se pega pensando nas coisas que deveria estar fazendo, no tempo que está perdendo e acaba por nem aproveitar esse tempo juntos?


Pois é, os nossos relacionamentos pessoais e amorosos estão ficando de lado em prol de outras áreas, mas, veja, você não pode ser uma máquina. Independentemente das coisas que você tem que fazer ou o quanto elas são muitas, é necessário se permitir ter um tempo livre, se permitir desfrutar das pessoas que estão ao seu lado, pois nunca se sabe o dia do amanhã.
Não estou falando aqui para deixar de lado os seus compromissos, mas sim de saber planejar e designar seu tempo para que seja possível fazer ambas as coisas, sem ficar se sentido culpado por estar negligenciando suas atividades ou seus amores.
Para isso utilize o método que mais lhe for conveniente, agenda, planner, aplicativos do celular.
Só não perca todo esse amor que tem a sua volta, porque estava sobrecarregado demais para notar.


18 janeiro 2019

Por que autocuidado é importante?

Hoje tem se falado muito sobre autocuidado entre os profissionais de saúde e uma rápida pesquisa no instagram por #selfcare vai te mostrar milhares de posts com todo tipo de dica, mas o que é autocuidado? É cuidar de si mesmo e isso pode ser feito de diversas formas: meditando, fazendo uma massagem facial, tomando um suco saudável… mas o autocuidado vai mais além. É você estar em sintonia com o seu corpo e perceber aquilo que não pode ser visto, tendo uma meta final ter uma vida mais saudável para fazer mais do que você mais ama!


Autocuidado diz respeito sobre:
** Auto responsabilidade: Nós profissionais de saúde podemos dar dicas e exemplos do que você pode fazer como prática de autocuidado, mas só você pode fazer isso por si próprio. Mesmo os tratamentos que exigem a ação presencial de um profissional já exigem que você faça a sua parte também, então aqui é preciso ter um compromisso consigo mesmo.
** Auto-otimização de energia: É você melhorar sua energia vital (que os chineses chamam de Qi) e treinar seu corpo para detectar rapidamente o que está errado com ele. Ou seja, é aumentar a capacidade do seu sistema imunológico de te dar sinais disso. É um upgrade no seu sistema de cura natural. Imagine o seu corpo sendo um jardim. Você precisa ser capaz de eliminar uma semente ruim antes que ela vire uma erva daninha. Se você não tem essa sensibilidade, a erva daninha pode crescer e você nem viu. O autocuidado te permite detectar, recuperar e evitar a erva daninha no piloto automático.

Autocuidado é uma benção
Autocuidado deve te fazer mais forte mentalmente e fisicamente para tornar sua vida mais fácil. Se você faz algo sentindo que aquilo é um fardo, que é estressante, então não é autocuidado. Quando o seu corpo está equilibrado energeticamente, o neurotransmissor correto secreta a quantidade certa de hormônios e é mais provável que você esteja motivado a fazer aquilo que você definiu que tem que ser feito. O autocuidado não ocupa tempo (até 5 minutos é ok) e é sobre fazer o que é bom para você (não para qualquer outra pessoa). Lembre-se, minha prática de autocuidado pode não ser a mesma que a sua.

O que não é autocuidado?
*Fazer o que você deve fazer e não o que você QUER fazer.
*Seguir tendências e copiar o que as digital influencers fazem só porque falam que é bom pra você.
*Focar apenas na saúde, pois ser saudável não pode ser a meta final. A vida seria muito chata desse jeito! Ser saudável é o primeiro passo para facilitar sua vida para conquistar algo que você deseja. Já viu alguém fazer algo bem sem ter saúde? A gente pode muito mais do que só ser saudável. A gente pode focar em ter o emprego dos sonhos, em fazer a viagem dos sonhos, em morar no lugar dos sonhos, etc. Comer chia não pode ser a meta final da vida de alguém. 

Por que adotar o autocuidado?
*Te permite alcançar a melhor versão de si mesma para alcançar as suas metas pessoais. Pense em dar o seu melhor pelo menos em 80% do tempo. Ter uma preguicinha nos 20% é aceitável.
*Porque você é o responsável pela sua própria saúde. Antes de culpar um vírus pela gripe, ou o que quer que seja que cause uma alergia respiratória, culpe a baixa imunidade. Isso pode ser resolvido.
*Seu corpo fica sensível e você detecta o que está errado.
*Você detecta, recupera e previne o seu jardim das ervas-daninhas automaticamente.

Algumas das minhas práticas de autocuidado são:
*Aurículoacupuntura é claro.
*Hidratante facial com vit C todos os dias.
*Cápsulas de Vit C (antioxidante poderoso).
*Respiração consciente.
*Meditação e visualização.
*Qigong/yoga.
*Comida saudável em 80% das refeições.
*Café turbinado ao acordar e chás. 

Quando por em prática:
Quando você tiver vontade.
Quando você estiver livre (pergunte-se o que deve fazer hoje?)
Faça um pouquinho cada dia para melhores resultados

Observação importante:
As pessoas falam que você precisa encontrar uma maneira de liberar o estresse. Mas se você aprender como refletir e não se sobrecarregar, não tem o que ser liberado. Você tem que aceitar que algumas coisas não podem ser mudadas, então você precisa mudar seu modo de pensar, seu modo de viver e mudar seu ambiente.
As práticas de autocuidado não devem ser estressantes e não há do que se orgulhar em fazer um baita esforço pra realizar algo que você está odiando. Você não precisa acordar às 05:30 da manhã pra fazer crossfit se você odeia acordar a essa hora e odeia crossfit. Faça uma atividade física (ou ao menos se movimente, nem que seja dar uma volta no quarteirão ou trocar o elevador pela escada) numa outra hora. Encontre algo que você goste de fazer. Experimente várias atividades (o que pode ser uma boa forma de trabalhar também o autoconhecimento). Sobre comida, se quiser comer chocolate, coma. Quer beber uma cerveja, beba, mas beba com satisfação. Carregar culpa também não faz bem pra gente e te tira do objetivo que é estar em sintonia consigo mesmo. Havendo excessos, aí sim é recomendável parar, pensar e investigar o que está por trás deles. Autocuidado, além disso tudo, é um ato de amor-próprio.


07 janeiro 2019

Ordem na casa!


Marie Kondo, escritora de vários  livros sobre arrumação, ganhou uma série no Netflix chamada “Ordem na Casa”, como uma fã do Discovery Home and Health não pude deixar de assistir a essa série do Netflix.

Divulgação


Na série, Marie Kondo, ensina suas técnicas de organização a quem perdeu já não vê mais esperanças para arrumar a bagunça que foi se acumulando durante os anos.
O que me chamou atenção foi o método que ela usa para que as pessoas joguem fora os itens que se acumulam, ao contrário da Série acumuladores que preza para que se jogue fora tudo que foi acumulado, para Marie o que deve ir embora é tudo aquilo que não te traz alegria ou que você não veja a longo prazo em sua vida.
Após se livrar de tudo que não faz feliz, Marie ensina as melhores as formas de se guardar o item da vez.
Achei muito boa essa série, de forma que lá fui eu, meio cética,  arrumar minhas gavetas cheias de roupa e que pareciam prestes a explodir, pensei comigo não vai dar certo, não vou conseguir guardar todas as minhas roupas.
Dobrei do modo ensinado e para minha surpresa coube tudo e ainda sobrou espaço, não fiz a cessão do desapego ainda, em breve talvez.
Despeço me aqui com uma foto de como ficou a gaveta pós arrumação:




PÉSSIMA PESSOA
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL